Meio Ambiente, diversidade, equidade, inclusão e governança: uma imersão no conceito ESG

Nos últimos dois anos, fomos impactados com situações totalmente inimagináveis no nosso cotidiano. O conceito de Sustentabilidade cresceu 292% no ranking e é uma prioridade para CEOs globais e brasileiroCliquess, tendo em vista que ESG serve como parâmetro para avaliação e fortalecimento das relações de negócios.

Segundo projeção do Fórum Econômico Mundial, estima-se que até 2050, as alterações climáticas devem reduzir o PIB mundial em até 18%, um alerta para as empresas repensarem em suas estratégias, pois se antes desenvolver ações sustentáveis era considerado algo opcional, atualmente, é essencial para a sobrevivência.

O modelo de ESG assegura a execução de melhores práticas de gerenciamento, permeando entre os conceitos de responsabilidade social, ambiental e governança.

Mais informações
Falar com Andrea
info@tiinside.com.br
Whatsapp – 11 3138.4619
Para patrocinar
Falar com Patrícia Linger
patricia.linger@tiinside.com.br
Whatsapp – 11 98245.3183
Programação
[24.10.2024]
9h00 – 10h00 | PAINEL 1: IMPULSIONANDO A ECONOMIA CIRCULAR

Promover a ECONOMIA CIRCULAR requer uma ampla perspectiva sistêmica e amplo envolvimento das partes interessadas. Os facilitadores e as barreiras aos modelos de negócios circulares precisam ser bem compreendidos e abordados, com política, regulamentação, cultura, inovação e mecanismos tecnológicos adequados para que os processos possam ser melhorados. Vamos mostrar como as grandes empresas estão superando esses desafios impulsionando a economia circular em todos os setores.

10h00 – 10h30 | CAFÉ DE RELACIONAMENTO
10h30 – 11h30 | PAINEL 2: O AVANÇO DO PROJETOS DE CRÉDITOS DE CARBONO

A comercialização de CRÉDITOS DE CARBONO pode ajudar as empresas – e o mundo – a atingir metas ambiciosas de redução das emissões de gases com efeito de estufa. De acordo a Taskforce on Scaling Voluntary Carbon Markets, estima-se que a procura por créditos de carbono poderá aumentar por um fator de 15 ou mais até 2030 e por um fator de até para 100 até 2050. Globalmente, o mercado de créditos de carbono poderá valer mais de 50 bilhões de dólares em 2030. Recentemente a B3 publicou uma nova metodologia para o ICO2 B3 (Índice Carbono Eficiente) para estimular a participação das empresas, em como o Senado aprovou o Programa Mobilidade Verde e Inovação (Mover). Vamos mostrar como as empresas estão aproveitando esses benefícios para desenvolver seus projetos de descarbonização.

11h30 – 12h00 | PAINEL 3: COMO A TECNOLOGIA TRAZ VALOR PARA ESTRATÉGIA ESG DAS EMPRESAS

A área de TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO desempenha um papel crucial na condução dos negócios, habilitando o fluxo de informação que move a cadeia de valor, como no caso do ESG. De acordo com o Gartner, 50% dos CIOs terão métricas de performance associadas à sustentabilidade da área de TI. Esse fato levou a Gartner a incluir o tema Sustainable Technology em 3 dimensões: Internal IT Operations, Enterprise Operations e Customer Operations. Inclui tecnologias como plataformas de automação, IA, segurança, analytics, computação em nuvem, rastreabilidade, entre outras. O Brasil conta com mais de 21.7 milhões de empresas, 490 mil organizações sem fins lucrativos e mais de 4 mil negócios de impacto social que precisam de soluções tecnológicas para apoiar a gestão, as estratégias e mensurar as atividades envolvendo ESG. Vamos mostrar como as empresas estão usando as tecnologias digitais para fazer a diferença na sustentabilidade e nos negócios.

12h30 – 14h00 | INTERVALO PARA ALMOÇO
14h00 – 15h00 | PAINEL 4: A TRANSFORMAÇÃO DA GOVERNANÇA CORPORATIVA

A simbiose entre critérios ESG e GOVERNANÇA CORPORATIVA está se tornando mais evidente. A integração de responsabilidade ambiental, responsabilidade social e governança ética nas estratégias de negócios tem causado mudanças transformadoras nas práticas de governança. À medida que as empresas se esforçam para incorporar o ESG em seus frameworks de governança, elas também devem abraçar o papel catalisador da tecnologia na otimização dessas práticas – seja por meio de análises avançadas de dados para relatórios ESG, blockchain e Inteligência Artificial Generativa para aprimorar a transparência.

15h00 – 15h30 | CAFÉ DE RELACIONAMENTO
15h30 – 16h30 | PAINEL 5: O IMPACTO DA ENERGIA RENOVÁVEL NO DESENVOLVIMENTO BRASILEIRO

Existem inúmeros desafios para o desenvolvimento de ENERGIA RENOVÁVEL, como a necessidade de grandes investimentos iniciais, novos modelos de negócios, adoção de políticas públicas (medidas regulatórias, incentivos fiscais, financiamento público, inovação). Além disso, a energia proveniente de fontes renováveis é a base para a expansão e diversificação da matriz do setor elétrico brasileiro para reduzir dependência energética, fomentar a geração de emprego e a atividade econômica. Vamos mostrar como empresas de diferentes segmentos estão adotando energias de fontes renováveis em busca de autonomia, redução de custos e alinhamento com as metas de ESG.

16h30 – 17h30 | PAINEL 6: SOCIAL: COMO CONSTRUIR UMA ORGANIZAÇÃO RELEVANTE
A responsabilidade SOCIAL é oportunidade de se construir uma empresa com propósito, fomentar um mundo mais equilibrado, inclusivo e consciente, promovendo o desenvolvimento humano, a educação e o bem-estar das comunidades e colaboradores. Vamos mostrar como as organizações estão colhendo resultados e desenvolvendo estratégias sociais diferenciadas em todas suas dimensões.

Parceiro Institucional

Realização