Como preparar sua empresa

para atingir os objetivos de ESG?

Conquistar novos mercados, mitigar riscos, acessar linhas de crédito, são apenas alguns dos aspectos que as empresas que pensam em sustentabilidade têm como vantagens competitivas nos negócios. Mas como aplicar essas estratégias e preparar a sua companhia para a atingir esses objetivos?

De acordo com a Bloomberg, em 2020, fundos que investiram ou adotaram estratégias relacionadas ao ESG aumentaram seus ativos em 32% na comparação anual, para um novo recorde de US$ 1,82 trilhão, e a tendência é crescer ainda mais.

Todo esse movimento transformou o que era apenas tendência em realidade, e desempenhar uma gestão competente dentro dos princípios de ESG tornou indispensável.

Mais informações
Falar com Andrea
eventos@tiinside.com.br
Whatsapp – 11 3138.4619

Programa

10 de agosto | quarta-feira
9h - 10h30 | Painel 1: A importância de se construir uma organização dentro dos objetivos da ODS
Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) são importantes para fortalecer a cultura da sustentabilidade ambiental e social nos governos e nas empresas. No universo corporativo, esses objetivos tornam os negócios mais eficientes, responsáveis, transparentes e mais competitivos. Ao cumprir esses objetivos, as empresas assumem um papel relevante na mitigação dos riscos impostos ao meio ambiente e aos recursos naturais, além de contribuírem para a saúde, o bem-estar e a qualidade de vida da sociedade. O relatório da PWC indica que 77% dos investidores passaram a apoiar mais as companhias com foco em sustentabilidade.

Palestrantes:
Cíntia Marin, Diretora de Comunicação e Sustentabilidade na Afya
Francine Lemos, Diretora Executiva do Sistema B Brasil
Patricia Nader, Head de Impact & ESG na Good Karma Ventures
Thiago do Val, CEO da Crowdy e mentor do InovAtiva Brasil
Andréa Nogueira, Diretora de Gente, Gestão e Sustentabilidade da M. Dias Branco

10h35 - 12h00 | Painel 2: A digitalização tem papel fundamental para os objetivos ESGT

A digitalização e a transformação digital das empresas também vêm ao encontro do desenvolvimento sustentável. A adoção das novas ferramentas ajuda a otimizar os processos, melhorar as entregas e facilitar a integração entre equipes e sistemas promover benchmark, contribuindo diretamente com o atendimento das necessidades de ESG. Modernização de infraestrutura, nuvem, automação, IoT, blockchain, IA, ferramentas de gestão, entre outras facilitam estabelecer quais ações precisam ser tomadas a curto e longo prazo pelas organizações. Alguns defendem que o termo deveria ser ESGT, incorporando a palavra tecnologia na sua definição.

Palestrante
Edmundo Fornasari, diretor de Relações Institucionais da EqualWeb

12h05 - 13h00 | Painel 3: Como implementar as melhores ações para proteção ambiental
Os critérios ambientais de ESG consideram como uma empresa atua em seu papel de administradora da natureza, como o uso de energia, liberação de carbono, práticas de reciclagem, poluição e conservação de recursos naturais. É importante para as empresas conhecerem os critérios, como avaliar, gerenciar e medir os riscos ambientais. As organizações que possuem capacidade adaptativa em resposta aos riscos ambientais e sociais estarão mais bem posicionadas para competir e prosperar.

Palestrantes:
Tiago Brasil Rocha, fundador da Build from Scratch (BFS) e idealizador do Greentech America Latina
Kari Silveira, cofundadora e COO da Impulso
Fernanda Paraná, Consultora de Sustentabilidade e Diversidade & Inclusão na Gaia – Negócios de Impacto
Aylla Kipper, gerente de Relações Institucionais e Sustentabilidade da Lwart Soluções Ambientais e vice-presidente da AMBIOLUC (Associação Ambiental para Coleta, Gestão e Rerrefino do OLUC)
Larissa Furtado, gerente de sustentabilidade, diversidade e engajamento da Edenred Brasil

11 de agosto | quinta-feira
9h - 10h30 | Painel 4: Governança, aspectos regulatórios e LGPD

A Global Reporting Initiative – instituição internacional que presta suporte quanto a iniciativas que mitiguem o impacto dos negócios em questões críticas de sustentabilidade e responsabilidade social – estabeleceu privacidade como um dos seus standards. A estruturação de programas de governança em proteção de dados robustos está diretamente relacionada ao nível de importância que as organizações direcionam para a estrutura organizacional também em outras frentes – tais como regulatório, compliance, ética e segurança da informação -, sobretudo para garantir que a governança corporativa como um todo funcione a partir de metodologias e processos otimizados.

10h35 - 12h00 | Painel 5: Social: políticas de diversidade, equidade e inclusão

Vivemos um momento de profundas mudanças culturais que colocam em xeque os velhos modelos de sociedade. Nos últimos anos, organizações de todo o mundo já encaminhavam a importância de estabelecer e implantar políticas de diversidade, equidade e inclusão. Estudo realizado pela KPMG, “The new employee deal in the technology industry”, aponta que as melhores práticas ESG têm impulsionado as organizações a reavaliarem os aspectos de cidadania corporativa, bem como os esforços de inclusão e diversidade, a fim de ajustar as relações com os profissionais, lideranças corporativas e stakeholders.

Palestrantes:
Angélica Souza, Líder de Diversidade & Inclusão na Movile
Thalita Machado, coordenadora de clima e cultura da MaxMilhas

Palestrantes confirmados

Apoio
Parceiro de Mídia

Parceiro Institucional

Realização

Andréa Nogueira
Diretora de Gente, Gestão e Sustentabilidade da M. Dias Branco

Andréa Nogueira atua há mais de 15 anos na M. Dias Branco como Diretora de Gente, Gestão e Sustentabilidade, respondendo corporativamente por gestão, estratégia, pessoas, comunicação e sustentabilidade. Bacharel e Mestre em Administração de Empresas, Andréa possui larga experiência em gestão estratégica e de pessoas, com certificação em Coaching e formação em escolas de Liderança como Amana Key, HSM e Fundação Dom Cabral. No passado, foi sócia-diretora da Resolução Consultoria Empresarial, com atuação em empresas públicas e privadas, além de executiva de empresas dos segmentos de previdência e saúde.

Angélica Souza
Líder de Diversidade & Inclusão na Movile

Angélica de Souza é líder de Diversidade & Inclusão na Movile. Possui experiência profissional e acadêmica na temática de diversidade e inclusão, já tendo passado por empresas multinacionais, consultoria e startup, como as empresas Unilever, FIA e PWC Brasil. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo, onde desenvolve pesquisa sobre a “Publicidade Antirracista”. É formada em Publicidade e Propaganda pela mesma universidade. Foi finalista no prêmio Valuable Young Leader em 2020 e consultora- líder do 1º estudo brasileiro sobre engajamento empresarial com a questão étnico-racial, “Black In”, na Santo Caos.

Aylla Kipper
gerente de Relações Institucionais e Sustentabilidade da Lwart Soluções Ambientais e vice-presidente da AMBIOLUC (Associação Ambiental para Coleta, Gestão e Rerrefino do OLUC)

Aylla Kipper, gerente de Relações Institucionais e Sustentabilidade da Lwart Soluções Ambientais e vice-presidente da AMBIOLUC (Associação Ambiental para Coleta, Gestão e Rerrefino do OLUC) é cientista Política/Cientista Social graduada pela Universidade Federal de MT – UFMT, com MBA em Relações Internacionais pela Fundação Getúlio Vargas – FGV/SP, Curso de Relações Institucionais/Governamentais pelo Insper/SP, Master Practitioner em Programação Neurolinguistica, Pós-graduada em Gestão de Projetos PMI pela FIA e formada na Academia de Liderança da Fundação Dom Cabral. Executiva da área de Relações Institucionais e Governamentais.

Edmundo Fornasari
diretor de Relações Institucionais da EqualWeb

Edmundo Fornasari, tem experiência em aprovações de planejamento estratégico com a alta gestão e conselhos de administração (multinacionais e nacionais de grande porte) em ambientes de alta complexidade de governança onde desenvolvi e entreguei resultados em empresas como EqualWeb do Brasil, Belo Monte, Transmissora de Energia, RioCard/Fetranspor, Embratel, Nabisco e Souza Cruz.
Atuou como Conselheiro da MOV TV (Associada da Fetranspor com a Rede de TV Bandeirantes) e da Câmara de Comércio França-Brasil. Executivo sênior, com mais de mais de 20 anos em posições de C.Level, Diretoria Executiva, Marketing & Vendas e Inovação. Membro de Conselhos de Administração, hoje no Conselho Fiscal do Jockey Club Brasileiro. Engenheiro Mecânico formado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), com MBA em Marketing pela COPPEAD-UFRJ, Business Development pela Wharton Business School e Conselheiro de Administração Certificado pelo IBGC, Mentor de Negócios da Abmem.

Fernanda Paraná Costacurta
Consultora de Sustentabilidade e Diversidade & Inclusão na Gaia - Negócios de Impacto

Fernanda é fundadora da Gaia – Negócios de Impacto: consultoria que tem como propósito gerar valor compartilhado para pessoas e instituições, por meio de ações de impacto social e ambiental positivo, e de valorização da diversidade. Tem mais de 15 anos de experiência com Sustentabilidade. Graduou-se em Ciências Biológicas pela UFPR, com pós-graduação em Estratégia e Sustentabilidade Empresarial pela FAE Business School.

Além de consultora de Sustentabilidade e Diversidade & Inclusão, Fernanda é também Business Partner da EqualWeb Brasil, uma solução inovadora de acessibilidade digital.

Francine Lemos
Diretora Executiva do Sistema B Brasil

Francine Lemos, Diretora Executiva do Sistema B Brasil, acredita que as causas possuem o poder de transformar a sociedade. É graduada em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas, com pós-graduação em Marketing Estratégico e Branding pela New York University. Possui mais de 15 anos de experiência nas áreas de desenvolvimento de negócios, marca e cultura organizacional, sendo mais de dez deles na Natura, maior empresa B do mundo. Francine também é sócia da CAUSE, empresa B que apoia marcas e organizações a identificar e fazer a gestão de suas causas. Nela, ocupou o cargo de diretora executiva entre 2018 e 2019, tendo entre seus clientes organizações como Visa e Fundação Lemann.

Kari Silveira
cofundadora e COO da Impulso

Com 28 anos de carreira,18 com gestão de times e projetos, é cofundadora da Impulso e idealizadora da plataforma Impulso Network, que engaja uma das maiores comunidades tech do Brasil. Doutora em Letras e Linguística pela UFBA, Kari é uma pessoa de pessoas que adora resolver problemas, pensar soluções, desenhar processos e integrar times. Sua missão é gerir toda a operação da Impulso para viabilizar o fit perfeito entre empresas e profissionais.

Patricia Nader
Head de Impact & ESG na Good Karma Ventures

Patricia é Head de Impact & ESG na Good Karma Ventures, uma gestora de investimentos de impacto, mirando participações minoritárias em companhias que estejam em estágio de crescimento que estejam resolvendo problemas relevantes no país. É responsável por desenhar e implementar a estratégia de impacto e ESG gestora, e pelas análises de investimento nas dimensões de impacto e no acompanhamento das empresas do portfólio, incluindo a metrificação.

Antes da GK Ventures, Patricia foi Head de Venture Capital da Vox Capital, onde foi responsável por liderar os investimentos e desinvestimentos de impacto dos fundos nas áreas de inclusão financeira e saúde, bem como pela gestão das empresas do portfólio.

Patricia tem mais de 10 anos de experiência em fusões e aquisições, desenvolvimento de negócios e planejamento estratégico em diferentes empresas multinacionais, incluindo Rabobank, Novozymes e Cargill. Graduou-se com distinção em Administração de Empresas pela ESPM (Brasil) e possui MBA pelo INSEAD (França e Cingapura).

Thiago do Val
CEO da Crowdy e mentor do InovAtiva Brasil

Thiago do Val, mentor e palestrante de negócios no InovAtiva Brasil, maior programa de aceleração de startups da América Latina e CEO da Crowddy, primeira plataforma de crowdfunding exclusiva para negócios ESG do Brasil.

Advogado, possui especialização pela FGV e Mackenzie e uma experiência diversificada: atuou como head de gestão em inovação, foi gerente jurídico e institucional das empresas Suzano Papel e Celulose e Whirpool Corporation, já ocupou posições executivas no governo e terceiro setor inclusive na área de P&D.

Tiago Brasil Rocha
fundador da Build from Scratch (BFS) e idealizador do Greentech America Latina

Tiago Brasil Rocha – fundador da Build from Scratch (BFS) e idealizador do Greentech America Latina, maior programa de seleção e desenvolvimento de empresas com tecnologias verdes na América Latina.É representante do Green Innovation Group A/S para América Latina e membro do Conselho Fiscal Suplente da Klabin S/A e do Banco do Brasil S/A. Formado em Administração de Empresas pela Universidade Mackenzie, Tiago fez pós-graduação em Economia de Negócios na Universidade de São Paulo – USP, mestrado em Administração na Fundação Getúlio Vargas – FGV e MBA Executivo na Universidade de Oxford, Inglaterra.